Do Orçamento de Estado 2012 ao Renascimento da Alma Portuguesa.

Hoje, o primeiro-ministro anunciou as principais medidas do orçamento de estado de 2012. Num país falido em Ideais, Valores, lideram (aparentemente) uns  funcionários ao serviço de um sistema controlado por poucos e que conseguem mascarar como democracia. não há sacrificio que chegue para alimentar a ganancia e sede de poder. não tem havido sacrificio que doa o suficiente para o cidadao despertar. talvez esse tempo esteja a chegar. o orçamento de estado de 2012 é a prova perfeita de que quem governa no Reino de Portugal é incompetente, por não saber resolver o problema do país, e estupido, por querer insistir num esquema em que já está provado que não funciona.

existe, no entanto, uma hipotese de quem nos governa, formalmente, não ser estúpido nem incompetente: é que está com as mãos atadas pelo poder que verdadeiramente governa e decide, ou seja, é cumplice e servidor. não se trata de uma teoria de conspiração, mas sim de uma evidencia que torna explicável toda a actuação dos governantes, não só do Reino de Portugal mas também do mundo dito Ocidental. estão todos mergulhados nesta patranha.

vejam dois excelentes exemplos:

Dividocracia (documentário grego – legendado em Português)

Trailer Oficial Português – INSIDE JOB – A VERDADE DA CRISE

aqui, no Reino de Portugal, o que vamos fazer? Nos ultimos meses tem-se assistido a alguns movimentos civicos bastante interessantes. Os próximo tempos são propicios à mudança. o sistema politico está viciado. . será que nós, os Portugueses, conseguimos actuar colectivamente de forma a agir em nome de Ideais, Valores e não baseado em esquemas individuais e salve-se quem puder?

a próxima de década será de empobrecimento. haverá bastante sofrimento individual e colectivo. contudo é terreno fértil para Renascermos, para despertarmos a Alma Portuguesa. ninguem vai fazê-lo por nós. a Aventura é Agora. não está no nosso  Passado glorioso nem no  Futuro imaginário. É Aqui e Agora.