Do Orçamento de Estado 2012 ao Renascimento da Alma Portuguesa.

Hoje, o primeiro-ministro anunciou as principais medidas do orçamento de estado de 2012. Num país falido em Ideais, Valores, lideram (aparentemente) uns  funcionários ao serviço de um sistema controlado por poucos e que conseguem mascarar como democracia. não há sacrificio que chegue para alimentar a ganancia e sede de poder. não tem havido sacrificio que doa o suficiente para o cidadao despertar. talvez esse tempo esteja a chegar. o orçamento de estado de 2012 é a prova perfeita de que quem governa no Reino de Portugal é incompetente, por não saber resolver o problema do país, e estupido, por querer insistir num esquema em que já está provado que não funciona.

existe, no entanto, uma hipotese de quem nos governa, formalmente, não ser estúpido nem incompetente: é que está com as mãos atadas pelo poder que verdadeiramente governa e decide, ou seja, é cumplice e servidor. não se trata de uma teoria de conspiração, mas sim de uma evidencia que torna explicável toda a actuação dos governantes, não só do Reino de Portugal mas também do mundo dito Ocidental. estão todos mergulhados nesta patranha.

vejam dois excelentes exemplos:

Dividocracia (documentário grego – legendado em Português)

Trailer Oficial Português – INSIDE JOB – A VERDADE DA CRISE

aqui, no Reino de Portugal, o que vamos fazer? Nos ultimos meses tem-se assistido a alguns movimentos civicos bastante interessantes. Os próximo tempos são propicios à mudança. o sistema politico está viciado. . será que nós, os Portugueses, conseguimos actuar colectivamente de forma a agir em nome de Ideais, Valores e não baseado em esquemas individuais e salve-se quem puder?

a próxima de década será de empobrecimento. haverá bastante sofrimento individual e colectivo. contudo é terreno fértil para Renascermos, para despertarmos a Alma Portuguesa. ninguem vai fazê-lo por nós. a Aventura é Agora. não está no nosso  Passado glorioso nem no  Futuro imaginário. É Aqui e Agora.

A luta é alegria. Boa mensagem. Boa e original conferência!

Os Homens da Luta estão na Alemanha para o Festival Europeu da Canção. Contra toda a expectativa ganharam o festival nacional com a votação das pessoas em vez do juri. A necessidade de exprimir a vontade de lutar a vontade de mudança foi quem deu a vitória a este grupo.

A conferencia de imprensa foi a seguinte:

Boas perguntas e boas respostas. Vivam os Homens da Luta! Boa sorte!

Existem alternativas ao PS, PSD e CDS.

uma boa entrevista ao líder do Bloco de Esquerda. afinal não existe um só caminho!

o MEP

recorre ao tribunal para impedir que as televisões só façam debates com os 5 partidos que estão na Assembleia da República.

http://www.mep.pt/blog-mainmenu-9/1-timas/1275-mep-recorre-a-tribunal-para-propor-modelo-de-debate-com-todos-os-partidos

nota: parece que o PCTP MRPP também vai fazer o mesmo.

EXISTEM ALTERNATIVAS AOS PARTIDOS PS PSD E CDS!

até no partido do governo há sinais de mudança…

é bom ouvir uma voz discordante, pelo menos uma, dentro de um partido de governo completamente vendido ao poder. mais um sinal de mudança. não teve o impacto mediático que deveria ter no entanto não deixa de ser um foco de instabilidade dentro de uma estrutura decadente. é preciso renovar e para que tal aconteça é necessário vozes como deste cidadão, Rómulo Machado.

Sinais de mudança

Quando um eurodeputado critica o aumento no orçamento do parlamento europeu, em rubricas para beneficio pessoal dos próprios eurodeputados, estamos perante um excelente exemplo de que é possível mudar e que existem pessoas dentro do “sistema politico” que lutam por ideias e valores que estão acima de qualquer corrente politica. Assim é possível construir uma nova sociedade. Aqui fica este discurso de Miguel Portas, eurodeputado português, e com o meu sincero agradecimento:

Geração à rasca – 12 de Março de 2011

Diria “Gerações à Rasca”!

É sem dúvida um sinal de consciência civica. Um despertar colectivo. A tensão do protesto já existia, estava latente, e bastou alguém ter a ideia que logo se converteu num protesto de todas as pessoas, de todas as gerações.

Que sementes foram lançadas hoje? Porque esta manifestação fará maior sentido se for um começo. O começo da participação activa dos cidadãos. É bom que se perceba que está nas nossas mãos a capacidade de mudança efectiva. O “sistema” corrupto só sobrevive se os cidadãos deixarem-se subjugar.  Se participarem no colectivo por uma politica séria, com principios, assente numa ética reconhecida como base, como estrutura da vida de uma comunidade multi-cultural, então em pouco tempo vamos ver a luz ao fundo do túnel.

Não nos vamos iludir: Os próximos anos vão ser muito preocupantes! Materialmente vamos viver bem pior. Contudo, existe esta oportunidade de vivermos com o sentido da solidariedade, com o sentido da Justiça (por onde pode começar a reforma deste país…), com sentido mais profundo de Ser Português. Voltarmos às nossas raízes, à nossa cultura. Aí estará a felicidade comunitária.

E é fácil limpar a  classe politica! Basta querermos! Encolher os ombros e  não votar é mais fácil. A politica é nobre. Porque é que não experimentamos?!!!

Hoje estou muito contente!

Alain Oulman, uma pessoa geradora de mudança

Um precioso documentário sobre Alain Oulman, uma pessoa que implicou mudanças no Fado. alguém que trouxe novidade e transformação. mas Alain Oulman é daquele genero de pessoas que pela sua forma de viver e criar são impulsionadoras de algo novo, seja a compor musica, seja a encenar teatro, seja a editar livros. vejam o documentário sobre a vida dele, feito pelo seu filho Nicholas Oulman.  

Manuel Alegre e a mudança em Portugal

Creio que a eleição de Manuel Alegre pode ser um facto politico muito importante, provocador de mudança, e acima de tudo a abertura para  ver Portugal.  Ver Portugal! Porque neste momento não nos vemos. Somos um país cinzento. Seremos capazes de rir da nossa cegueira colectiva? A partir daí podemos reconhecer o nosso potencial, a nossa cultura, a nossa lingua. Não me iludo ao pensar que da noite para o dia toda a gente acorda. No entanto, a vitória de Alegre abrirá espaço. espaço vital, espaço de oportunidades para quem vê além da economia e finanças, além dos partidos, além descrença, além da mesquinhice, além da inveja, além da mediocridade, além do grande irmão. Todo esse pantano não deixa espaço. Mas com Manuel Alegre como Presidente as hipoteses de alguns (porque são sempre alguns) de conseguirem lutar por uma melhor sociedade são bem maiores.

Creio que vai haver uma segunda volta. É possível ganhar!