Fernando Lopes Graça nasceu há 106 anos

Fernando Lopes Graça “No decurso de uma entrevista concedida em 1986, Lopes-Graça afirmou que a sua atuação enquanto artista era inseparável dos compromissos que, como cidadão, tinha com a “Cidade” e com a “Grei”(…)”

http://cvc.instituto-camoes.pt/conhecer/bases-tematicas/figuras-da-cultura-portuguesa/1407-fernando-lopes-graca.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Fernando_Lopes-Gra%C3%A7a

Ultima entrevista (sobre Michel Giacometti):

http://videos.sapo.pt/TRFQ6Sd9iaFhnBIdhslv

CASA MEMORIAL

http://casamemorialopesgraca.blogspot.pt/

CORO:

http://www.academiaam.com/?action=3101

algumas musicas:

Acordai

Firmeza

Mãe Pobre

Os Homens que Vão Para a Guerra

 

Outono (perspectivas)

Não há dúvida que estamos ligados à Natureza e aos seus ciclos. Mudamo-nos com os ciclos? Ou são eles (os ciclos) que nos mudam? que invadem o nosso interior? Ou será que estamos sempre ligados (mesmo que inconscientemente)? Há uma multiplicidade de ideias e sentimentos. Haverá algum denominador comum ao Outuno?

Exemplos:

Carta para Adriano Correia de Oliveira

Caro Adriano,

Faz hoje 30 anos que partiste. Um dia terás dito “ Espero que o trabalho que está feito sirva para estimular os jovens na procura de soluções que retractem os problemas do seu tempo.”

Agradeço e admiro o teu exemplo, porque é de uma coragem e beleza extremas. É o que precisamos hoje. Coragem para romper com o sistema instituído e firmeza para lutarmos por ideais belos.

Vivemos tempos conturbados. Ontem, centenas de pessoas manifestaram-se em frente à Assembleia da República exigindo a demissão do governo, dos deputados.

Sabes, o fascismo está de volta! O eterno retorno do fascismo de acordo com Rob Riemen. Subscrevo a ideia.

Em trinta e tal anos deixámo-nos aprisionar. Não sei como aconteceu mas somos governados por medíocres, e em democracia! Devia ser um paradoxo.

Os tempos são dramáticos. O teu amigo, Manuel Alegre, diz que quando vocês lutaram tinham um horizonte de esperança, e que hoje a situação é dramática porque não existem perspectivas melhores.

A verdade é que colectivamente portamo-nos mal. Não temos a desculpa de vivermos em ditadura. Acomodámo-nos. Cada um tratou da sua vida e alguém tratou da nossa. O fenómeno não é só Português. Há quem mate a sua cabeça em soluções dentro deste sistema, mas é um labirinto impossível.

Todavia, meu caro, há tanta coisa para fazer! Cabe a nós agora a tarefa de lutar pela liberdade, pela pureza, pelo amor. Acredito nas nossas raízes. Buscar ao Antigo e reexpressar no Presente. Tal como tu, quando foste recuperar as nossas cancões tradicionais. É o que nós teremos que fazer.

Obrigado pelas tuas canções, pela tua voz, e sobretudo pelo teu exemplo.

Saudades,

Manifestação 29/09/2012 Terreiro do Paço

Ontem, dia 29 de Setembro de 2012, o Terreiro do Paço, em Lisboa, encheu-se de pessoas indignadas, que manifestaram o seu descontentamento, a sua raiva, a sua indignação. A manifestação foi organizada pela CGTP-IN à qual se associaram diversos movimentos civicos. O Tejo foi testemunha.

Parece-me obvio que a luta vai endurecer. caminhamos para uma década de empobrecimento, de desgaste, de desmantelamento dos direitos sociais conquistados e com uma profunda desorientação governativa. é nesta degradação do país, e das instituições pseudo-democráticas que está a oportunidade de construirmos um novo modelo de socieadade. a actual já faliu. aqui e no resto da Europa. há esperança de mudar!

aqui ficam algumas frases captadas ontem e uma figura simbolica da luta:

Este slideshow necessita de JavaScript.

A mudança politica necessária!

O discurso do Presidente do Uruguai, José Pepe Mujica, é extraordinário pelo retrato actual do modelo de desenvolvimento mundial assim como aponta para a mudança que é realmente necessária, o modelo de desenvolvimento da felicidade humana. Ora escutem:

Iniciativa por uma Auditoria Cidadã à Dívida Pública

Temos vindo a assisitir nos últimos meses que em Portugal, na nossa vizinha Espanha e em outros países europeus, movimentos de cidadãos que se manisfestam, que prostestam e , mais importante, que discutem  e promovem outras soluções que não as tomadas pelos respectivos governos.

Deixo aqui o link da Iniciativa por uma Auditoria Cidadã à Dívida Pública.

http://www.auditoriacidada.info/

Julgo que é um caminho válido a percorrer. Seria bom que rapidamente ganhasse força popular de modo a ser impossível ignorar a iniciativa.

Não há mudança sem iniciativa.

 

Do Orçamento de Estado 2012 ao Renascimento da Alma Portuguesa.

Hoje, o primeiro-ministro anunciou as principais medidas do orçamento de estado de 2012. Num país falido em Ideais, Valores, lideram (aparentemente) uns  funcionários ao serviço de um sistema controlado por poucos e que conseguem mascarar como democracia. não há sacrificio que chegue para alimentar a ganancia e sede de poder. não tem havido sacrificio que doa o suficiente para o cidadao despertar. talvez esse tempo esteja a chegar. o orçamento de estado de 2012 é a prova perfeita de que quem governa no Reino de Portugal é incompetente, por não saber resolver o problema do país, e estupido, por querer insistir num esquema em que já está provado que não funciona.

existe, no entanto, uma hipotese de quem nos governa, formalmente, não ser estúpido nem incompetente: é que está com as mãos atadas pelo poder que verdadeiramente governa e decide, ou seja, é cumplice e servidor. não se trata de uma teoria de conspiração, mas sim de uma evidencia que torna explicável toda a actuação dos governantes, não só do Reino de Portugal mas também do mundo dito Ocidental. estão todos mergulhados nesta patranha.

vejam dois excelentes exemplos:

Dividocracia (documentário grego – legendado em Português)

Trailer Oficial Português – INSIDE JOB – A VERDADE DA CRISE

aqui, no Reino de Portugal, o que vamos fazer? Nos ultimos meses tem-se assistido a alguns movimentos civicos bastante interessantes. Os próximo tempos são propicios à mudança. o sistema politico está viciado. . será que nós, os Portugueses, conseguimos actuar colectivamente de forma a agir em nome de Ideais, Valores e não baseado em esquemas individuais e salve-se quem puder?

a próxima de década será de empobrecimento. haverá bastante sofrimento individual e colectivo. contudo é terreno fértil para Renascermos, para despertarmos a Alma Portuguesa. ninguem vai fazê-lo por nós. a Aventura é Agora. não está no nosso  Passado glorioso nem no  Futuro imaginário. É Aqui e Agora.

Existem alternativas ao PS, PSD e CDS.

uma boa entrevista ao líder do Bloco de Esquerda. afinal não existe um só caminho!

o MEP

recorre ao tribunal para impedir que as televisões só façam debates com os 5 partidos que estão na Assembleia da República.

http://www.mep.pt/blog-mainmenu-9/1-timas/1275-mep-recorre-a-tribunal-para-propor-modelo-de-debate-com-todos-os-partidos

nota: parece que o PCTP MRPP também vai fazer o mesmo.

EXISTEM ALTERNATIVAS AOS PARTIDOS PS PSD E CDS!

até no partido do governo há sinais de mudança…

é bom ouvir uma voz discordante, pelo menos uma, dentro de um partido de governo completamente vendido ao poder. mais um sinal de mudança. não teve o impacto mediático que deveria ter no entanto não deixa de ser um foco de instabilidade dentro de uma estrutura decadente. é preciso renovar e para que tal aconteça é necessário vozes como deste cidadão, Rómulo Machado.